Associação Sergipana de Supermercados

segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018

webmail

Redes Sociais:

facebook twitter
 
 

Publicidade

Sala de Imprensa

Abras Mercado



As vendas do setor supermercadista acumulam alta de 0,67% (de janeiro a agosto) na comparação com o mesmo período de 2016, de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS apurado pelo Departamento de Economia e Pesquisa da entidade.



Em agosto, as vendas do setor em valores reais – deflacionadas pelo IPCA/IBGE – apresentaram queda de -1,91% na comparação com julho, e alta de 0,25% em relação ao mesmo mês do ano anterior.
Em valores nominais, as vendas dos supermercados apresentaram queda de -1,73% em relação ao mês de julho e, quando comparadas a agosto de 2016, alta de 2,74%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 4,54%.



De acordo com presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, as vendas em valores monetários refletiram os resultados da baixa inflação no País. “O IPCA ficou em 0,19% em agosto, a menor taxa para o mês desde 2010. No ano, o acumulado (até agosto) foi de 1,62%, bem abaixo dos 5,42% registrados no mesmo período do ano passado. Vale lembrar, que o IPCA Alimentos teve deflação de -1,07% em agosto, e acumula -1,56% em 2017.”


Sanzovo destaca, ainda, que o aumento do consumo das famílias acontecerá de forma gradativa. “O País ainda vive os reflexos da crise, mas acreditamos que a aproximação do final do ano, com importantes datas para o setor como Black Friday, Natal e Réveillon, poderá impulsionar as vendas.”


Abrasmercado
No mês de agosto, a cesta de produtos *Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, registrou queda de -1,84%, passando de R$ 456,86 para R$ 448,45. Já no acumulado dos últimos 12 meses, a cesta apresentou queda de -7,73%.



As maiores quedas de preço no mês de agosto foram registradas em produtos como: tomate, feijão, cebola e farinha de trigo. Já as maiores altas foram nos itens: farinha de mandioca, papel higiênico, batata e biscoito Cream Cracker. Confira a tabela abaixo:


Regiões
Em agosto, todas as regiões brasileiras apresentaram queda. As regiões Centro-Oeste e Sudeste foram as que registraram as maiores quedas nos preços: -3,05% e -2,39%, respectivamente. 


*Abrasmercado não é a cesta básica, e sim, uma cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica.

Jornalista Responsável
Emilly Moura
Assessora de Imprensa - Ases
DRT: 1915/Se

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Este conteúdo está sendo produzido. Aguarde.

Associe-se

associe-se

Publicidade